This is an example of a HTML caption with a link.

Archive for 2013

P.INK TATTOO - TATUAGEM E O CÂNCER DE MAMA

Em Outubro de 2013 acompanhamos o “Outubro Rosa“, uma mobilização mundial pelo combate ao câncer de mama. Juntamente com essa campanha, outras com propostas similares vieram à tona, uma delas foi o projeto P.Ink (ou Personal Ink), fundado no início de 2013 por Noel Franus, um homem sem tatuagens que, após acompanhar de perto sua cunhada lutando contra a doença, resolveu fazer algo para tentar ajudar as mulheres que passam pelo traumatizante processo da mastectomia, a extração cirúrgica da mama ou parte dela.
Quando falamos em mastectomia, devemos entender que 56% dos pacientes norte-americanos que se submetem ao tratamento ficam com cicatrizes e geralmente sem os mamilos, uma situação que parece ser comum não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo. Essa consequência da remoção dos tumores abala muito o emocional de uma paciente, tanto por relembrar o difícil processo da doença quanto pela aparência resultante do tratamento cirúrgico. Alguns planos de saúde oferecem a cirurgia de reconstrução da mama, porém, essa cirurgia não inclui a reconstrução do mamilo.
Além do mais, essa reconstrução do mamilo, considerada uma cirurgia estética, é cara e conta com poucos profissionais especializados, capazes de gerar um bom resultado e, por isso, muitas vezes as pacientes buscam tatuadores para simular os mamilos com desenhos realistas.
Voltando ao projeto P.Ink, Molly (cunhada de Noel), em vez de “redesenhar” seu mamilo, viu a nova mama como uma tela em branco, pronta pra algo mais original do que apenas uma tatuagem simulando o mamilo removido, e começou a buscar desenhos para ilustrar a área. Veja o vídeo  o vídeo traduzido abaixo:

O projeto começou como um simples painel de referências no Pinterest, com imagens de tatuagens no peito, nas mamas e mamilos. Em seguida, começaram a pedir para que as pessoas colaborassem com desenhos, experiências de superação da doença e para que tatuadores enviassem também seus trabalhos. Em pouco tempo, a agência de publicidade CP+B, do Colorado, se propôs a colaborar, o que ajudou a concretizar e ampliar o projeto.
Agora, ele consiste em uma página no próprio Pinterest, com os painéis de referências de tatuagens, contato de tatuadores especialistas na área, relatos de sobreviventes da doença, dúvidas frequentes sobre as tatuagens e os procedimentos, entre outras informações relacionadas à mastectomia e ao pós-cirurgia. O foco do projeto é ligar os pacientes aos tatuadores, oferecendo também referências de artes e tatuagens prontas, a fim de ajudar na superação, recuperação e vitória sobre a doença.
Com uma forte identidade gráfica e contando com a contribuição de diversas mídias mundiais na divulgação do projeto, através de uma campanha de crowd funding, foi possível realizar o primeiro “P.Ink Day”, um evento realizado em 21 de outubro de 2013 no estúdio Saved Tattoo, no Brooklyn, Nova Iorque, onde 10  grandes tatuadores fizeram tatuagens  em 10 pacientes de câncer de mama. O evento foi um sucesso e já planejam a edição do ano que vem, para tentar transformá-lo em um evento nacional.
Para ajudar o projeto, com alguma doação, contribua neste link. Ou compre uma camiseta do projeto, para reverter as vendas em ajuda financeira ao P.Ink. Você também pode ajudar enviando referências de desenhos, tatuagens ou tatuadores através do e-mail: help@p-ink

Veja abaixo algumas inspirações de tattoos nas mamas, uma verdadeira lição da importância das tatuagens na superação de obstáculos da vida:







VAI FAZER UMA TATUAGEM? LEIA MAIS SOBRE ESSA ARTE!

Confira os cuidados na hora de fazer sua tatuagem, origens, idade mínima, doenças e muito mais.



Onde dói mais? Em quanto tempo devo retocar? Qual a cor que desbota mais rápido? Se você já se tatuou, pretende se tatuar ou é do tipo que treme só em imaginar o barulhinho da máquina perfurando a sua pele, provavelmente já deparou com uma dessas questões. A seguir, você encontra um guia que responde as principais dúvidas e curiosidades sobre a arte de desenhar a pele.

ORIGENS
Há provas arqueológicas que relacionam a origem da tatuagem aos povos do Egito, entre 4000 e 2000 a.C., e também a nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia, que se tatuavam em rituais ligados à religião. O significado varia de acordo com a cultura desses países.
PERFIL
Apesar dos estúdios serem mais frequentados por jovens entre 25 e 35 anos, de ambos os sexos, hoje não tem mais idade ideal ou perfil. A questão é a escolha da área do corpo. Pessoas cujas profissões restringem o uso da tatuagem preferem áreas mais protegidas, como nuca, costas e pé.
IDADE MÍNIMA
Para que diminua a chance de arrependimentos, há leis municipais em cidades como Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo que proíbem menores de 18 anos de fazer tatuagem, mesmo com autorização dos pais. Nas demais cidades, a idade mínima é 14 anos. Abaixo disso, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) considera lesão corporal. Em Porto Alegre, não é proibido, mas muitos tatuadores ficam receosos de fazer em menor de idade.
ALERGIA
Em alguns casos, quando o corpo rejeita o pigmento, pode haver reações sérias e até provocar inchaços. Além da alergia ou da infecção temporária, o resultado pode ser marcas e cicatrizes indesejadas. O pigmento que mais causa alergia é o vermelho.
ESCOLHA SEGURA
Ao buscar o local, é importante conhecer a higiene do estabelecimento. Fique de olho no uso de agulhas descartáveis, bicos da máquina esterilizados em autoclave e uso de luva e máscara cirúrgica. Também é importante saber se o local tem alvará da vigilância sanitária. Além disso, é bom conhecer o traço do tatuador, que costuma ser especializado em um estilo – os mais comuns são símbolos, desenhos orientais, realismo, tribais e Old School (caveiras e desenhos coloridos feitos pelos piratas antigamente).
COVER-UP
Para arrependimentos, uma alternativa é cobrir com outra tatuagem. É preciso estar ciente que ela sempre ficará maior do que a anterior. Em alguns casos, é recomendado fazer sessões de laser para enfraquecer a pigmentação antes de realizar um novo desenho.
SCARE COVER
Após algumas cirurgias, principalmente de redução de estômago, retirada de tumores cancerígenos e plástica na barriga, os médicos costumam indicar para seus pacientes a realização de tatuagens que disfarcem as cicatrizes (scare cover, em inglês, quer dizer cicatriz coberta). Em casos de mastectomia, por exemplo, quando a retirada de um tumor na mama afeta o mamilo, há tatuadores que reconstituem o desenho do bico do seio. Fique atento: os tatuadores cautelosos pedem indicação médica antes.
TPM
Fazer tatuagem no período pré-menstrual ou “naqueles dias” é totalmente desaconselhável para as mulheres (e para os tatuadores, maridos e namorados). Isso porque o corpo fica mais sensível, inchado e dolorido.
DOENÇAS
Com o uso de material descartável e esterilizado, tornou-se menos comum a transmissão de doenças pela tatuagem (a principal é a hepatite B). Contudo, é importante levar em conta que os vírus podem ficar alojados também na tinta. Atente, portanto, para o condicionamento do pigmento, que deve ser retirado dos recipientes originais e preparado em potinhos.
CICATRIZAÇÃO
É importante se planejar para a cicatrização, que leva de 20 dias a um mês, e varia de acordo com o tamanho do desenho. Algumas regiões, como o punho e o tornozelo, demoram mais. Em casos como queda da “casquinha”, vão-se também partes do pigmento, e pode ser necessário um retoque imediato. Por isso, nada de sol, água quente ou imersão neste período. O importante é manter o local limpo com água e sabão neutro, usar papel-filme (plástico) para evitar contato na região tatuada. O uso de pomadas cicatrizantes também é indicado.
RETOQUE
As tatuagens que mais sofrem com o tempo são as coloridas, pois desbotam com mais facilidade. Traços feitos com pigmento preto e cinza tendem a ser mais resistentes ao sol. Não existe uma recomendação específica de retoque em tempo determinado, pois o desgaste varia de acordo com o cuidado de cada pessoa. Uma tatuagem bem cuidada pode durar 25 anos, por exemplo, enquanto uma que teve exposição excessiva ao sol pode demandar retoques em menos de um ano.
DOAÇÃO DE SANGUE
Após um ano, você pode voltar a ser um doador. Isso porque, se contrair uma doença a partir de uma tatuagem, você só terá confirmação a partir de exames realizados após 12 meses.
PODER, PODE….
Áreas mais delicadas do corpo como mucosas, boca, genitais e olhos, geralmente, são lugares que os tatuadores não gostam de desenhar, porque consideram ruim de trabalhar. Palma da mão e a sola do pé também são desaconselhados, onde a espessura da pele é mais grossa e a tinta não pega com muita facilidade.
PARA REMOVER
A tecnologia mais utilizada é o laser. Quanto mais escura a tatuagem, maiores as chances de remoção. Não é 100% eficaz, e o custo e a dor costumam ser maiores do que os da aplicação. São necessárias várias sessões. Outro recurso utilizado é a dermobrasão, com lixamento da pele até chegar à derme. Deixa cicatriz e manchas.

TATUAGEM DE VICIADOS EM CAFÉ

GOSTA DE CAFÉ? AMA CAFÉ? É VICIADO EM CAFÉ?
ENTÃO DÁ UMA OLHADA NESSAS TATUAGENS LINDAS SOBRE ESSA MARAVILHOSA BEBIDA SEM A QUAL NÃO VIVEMOS!























ENVIADO PELA QUERIDA AMIGA TATUADA E AMANTE DE CAFÉ GIOVANA VIAIS ;)

SANTA MUERTE


Na cultura mexicana, o Dia dos Mortos é comemorado festivamente, com o uso de caveiras enfeitadas e a confecção das famosas caveiras de açúcar (“sugar skulls“), para lembrar as pessoas que já morreram. Outra tradição que pode ser vista por estrangeiros como macabra é o culto a uma das santas pagãs mais populares do México, a Santa Muerte ou, em português, Santa Morte.  Oficialmente, os fiéis elegeram o 15 de agosto como seu dia.
Geralmente, a santa carrega uma foice para ceifar as almas, com um relógio de areia, simbolizando a passagem do tempo a brevidade da vida, e o mundo em suas mãos. Usando um manto de cetim, é dito que ela traz proteção e saúde a entes queridos e, não sendo oficialmente reconhecida pela igreja católica, tornou-se uma espécie de padroeira de criminosos como traficantes ou membros de gangues. Seu culto era, até recentemente, clandestino, mas nos últimos dez anos a veneração se tornou pública, mostrando o quão conhecida está a tradição principalmente entre as classes mais baixas e marginalizadas do México. Conquistando cada vez mais fiéis, a Santa Morte é também venerada pelas comunidades de imigrantes latinos dos Estados Unidos.
As cores que usa dependem da intenção do fiel, podendo ser o vermelho para o amor, o verde ou o dourado para o sucesso financeiro e assim por diante. A ela são feitos também pedidos de vingança ou de morte de outras pessoas. Sua face pode ser coberta por um véu, para ocultar o destino que todos carregamos em nosso próprio rosto, por baixo de nossas peles.
A história da “santa da morte” vem dos tempos pré-hispânicos, quando eram adoradas divindades da cultura asteca como Mictecancuhtli e Mictecacihuatl, deus e deusa da morte, respectivamente. A esses deuses, foram confiados os mortos, para que facilitassem seu caminho pós-vida até a região dos mortos ou ao inferno. A morte é descrita como uma encarnação de um poder enviado por Deus, necessário para a vida.
A santa é também conhecida como La Flaca, FlaquitaLa Niña Blanca, La Comadre, La Bonita, La Señora ou Chiquita, nomes que são usados devido à crença de que a santa prefere não ser chamada por seu nome próprio, mas que aprecia quando se referem a ela com apelidos carinhosos. Seu culto é acompanhado com velas e medalhas dedicados à sua figura. Seus santuários são também decorados com rosas vermelhas, cigarros e garrafas de tequila. As oferendas são também variadas, incluindo rosas, maconha, cigarros ou charutos, frutas, doces e bebidas.
Santa Muerte teria aparecido em Hidalgo, em 1965. Sua história está enraizada nos estados do México, Guerrero, Veracruz, Tamaulipas, Campeche, Morelos e no Distrito Federal, no bairro de Tepito, centro da capital mexicana,  é comumente usada por criminosos ou comerciantes. Também em Nuevo , Chihuahua e Tamaulipas, La Santa Muerte se tornou um rito que é fruto de sincretizações religiosas, carregando uma balança (como a de São Miguel) ou vestindo um manto vermelho e uma coroa dourada, como a Virgem Maria. Apesar do repúdio mostrado pela igreja católica romana, algumas paróquias aceitam e integram a santa, em função do grande número de seguidores, alçando-a ao mesmo nível da Virgem de Guadalupe.

TATTOO CPS - A REVISTA DE TATUAGEM DE CAMPINAS


Foi lançada no início de Novembro uma revista voltada especialmente para tatuagem em Campinas! As edições serão trimestrais e já conta com a participação de muitos artistas premiados!
A Tattoo CPS é o primeiro informativo de Campinas e região direcionado aos amantes de tatuagem, piercing e cultura alternativa em geral!

A primeira edição vem com muita informação bacana, muitas dicas de onde e com quem tatuar, e conta com uma seção especial e muito interessante sobre os cursos de formação de novos tatuadores oferecidos pela Brazilian Steel!


MITOS E VERDADES SOBRE TATTOO E PIERCING

FAZER TATUAGEM DÓI? PIERCING MAL COLOCADO CAUSA PARALISIA? DESCUBRA ESSAS E OUTRAS PERGUNTAS FREQUENTES!


A modificação corporal, apesar de já ter quebrado muitos tabus, ainda é um assunto polêmico e todo mundo tem um monte de dúvidas. Fazer tatuagem dói? E colocar piercing? Chegou a hora de você descobrir o que é verdade e o que é mentira.

Por isso separamos algumas das perguntas mais frequentes sobre piercing e tatuagens para você tirar de vez alguns mitos da cabeça!

Tatuagem dói?
Tatuagem é feita com agulhas. Tanto a de traçar (de 1 a 3 agulhas), quanto a de sombrear ou colorir (mais de oito agulhas). Geralmente quanto mais agulhas, menor é a dor, já que o traço é mais espalhado na pele, mas sim, tatuagem dói. A quantidade de dor varia de pessoa para pessoa e do lugar. Os lugares mais comuns que “doem” são costelas, barriga, dedos, pescoço, genitais, rosto e axilas, que são peles mais finas e próximas de nervos e órgãos vitais.
Se a pessoa tem tendência a ter quelóide, pode fazer tatuagem?
Considerando que uma tatuagem é uma pequena lesão na pele, o processo de cicatrização é importante, e como seu corpo reage também. Muitas pessoas têm alergias a alguns pigmentos, por isso é aconselhável fazer um teste pequeno da tatuagem uma semana antes de fazer um desenho com pigmentos que você ainda não usou antes. No caso da quelóide, como a lesão da tatuagem vai só até a epiderme, que é uma camada bem superifical, não deve causar cicatriz, mas isso depende do profissional e da sua pele.

Por que não é indicado comer chocolate ou carnes gordurosas quando faço piercing ou tatuagem?
A carne de porco, camarão, chocolates e alimentos gordurosos aumentam a chance de inflamação. Como a tatuagem é uma lesão, ela tem que cicatrizar, e inflamações prejudicam a cicatrização. Muitas pessoas não têm problemas com esses alimentos, mas, na dúvida, mantenha uma alimentação balanceada e evite por quinze dias.

Piercing mal colocado pode causar paralisia?
Não. Um piercing é uma perfuração em um lugar do corpo, um piercing mal colocado pode sim causar queloides e, se mal cuidado, pode inflamar e causar reações adversas, mas a perfuração em si não causa paralisia.

Virar meu piercing novo faz o furo sarar mais rápido?
Não. As casquinhas do piercing nada mais são do que linfa seca. Linfa é um líquido transparente que sai do corpo em machucados, recheado de células de cicatrização. Se você roda o piercing, primeiro ele pode machucar o furo, por causa da fricção. Em segundo lugar, tirando essa casquinha você deixa seu machucado exposto. Até a cicatrização, mexa nele só no banho, com as mãos limpas.

Posso fazer piercings e tatuagens se estiver grávida/amamentando?
Pode, mas evite a região dos seios, para não correr o risco do bebê te machucar ou engolir a peça e furar o canal mamário.

Só posso fazer tatuagem com 18 anos? E se tiver autorização dos pais?
Sim, só com 18 anos. Antes disso não pode nem mesmo com a autorização dos pais. De acordo com a Lei Estadual nº 9.828 de 06/11/1997 , projeto de Lei nº 44 de 1997, é proibido a aplicação de tatuagens e adornos em menores de 18 anos.





TRASH TATTOO

A TRASH TATTOO É UM ESTILO NOVO DE TATUAGEM NO BRASIL, E SOMENTE ALGUNS TATUADORES CONSEGUEM FAZER ESSA TÉCNICA. ELA CONSISTE EM TATUAGENS COM RABISCO DESENHOS ONDE OS TRAÇOS NÃO SÃO TÃO EXATOS, NA MAIORIA DOS CASOS ELES IMITAM DESENHOS LIVRES E ESBOÇOS.


Onde fazer trash tattoo no Brasil? 
O tatuador André Cruz, do estúdio Paz Tattooagem, em São Paulo, explica que seu interesse pela trash tattoo surgiu dentro do pontilhismo. Ele se inspirou em trabalhos de tatuadores internacionais como o Marc Little Swatiska e o Daniel Di Mattia. “Essa técnica é muito conhecida lá fora, aprendi tudo o que eu sei de trash pela internet e fui me aperfeiçoando na técnica” conta o tatuador.  
Alguns dizem que o André Cruz foi um dos primeiros tatuadores a trazer esse novo estilo para o Brasil. Hoje outros profissionais também reproduzem esse estilo.
Como é feita trash tattoo? 
O estilo nasceu na Alemanha em 1859. André explica que a técnica usada para fazer a tattoo é a mesma da convencional. “As pessoas que procuram por esse estilo não têm dúvidas sobre o que ele é, a preocupação mais frequente é em como a tatuagem vai ficar, se vai ficar pesada, se vai chocar muito por ser tatuagem com rabiscos. Sempre peço referências do desenho que a pessoa quer para atender as expectativas, eu gosto de criar e não de copiar.” 
Atualmente não existe curso para aprender fazer a trash tattoo. O que André indica é procurar por workshops ou ir à estúdios de tatuagem que praticam esse estilo, trocar conhecimento e aprender na prática.

Cuidados 

Os cuidados necessários são os mesmo da tatuagem tradicional. Essa técnica não possui restrições do local a ser feito e o tempo de sessão é menor. “O desenho de trash mais pedido atualmente é o de coruja” conta André



RESENHA DE “THE MEDIATOR BETWEEN HEAD AND HANDS MUST BE THE HEART” - SEPULTURA

Sinceramente, pensei em “inaugurar” a sessão com esta resenha, porém, ia levar bastante tempo pra sair o álbum, então decidi fazer o que foi feito, e  não me arrependo.
Pensei que seria difícil falar de uma banda que não aprecio tanto, mas acho que pior ainda é escrever sobre o disco que mais esperei no último ano. “The Mediator Between Head And Hands Must Be The Heart” é o 13º álbum do Sepultura. Produzido por Ross Robinson, o mesmo produtor de “Roots”.



O título faz referência ao “Metrópolis”, clássico do cinema mudo, dirigido por Fritz Lang, de 1927.

Um café, e vamos à audição!

Começando, com, talvez, a faixa mais suja do disco, “Trauma Of War”, que começa com um caos indefinido seguido da bateria poderosa de Eloy Casagrande. Percebe-se logo de início que nada do que você está ouvindo já foi feito pela banda. Ao final, as primeiras batidas tribais estão de volta. Difícil destacar alguém nessa música, mas Derrick fez um vocal desgraçado e Eloy marca com direito até mesmo de blast beats, em alguns momentos.

Na sequência, uma das melhores introduções que o Sepultura já fez. “The Vatican” começa sinistra, com sinos e vozes de um coral. Um minuto e meio de introdução, seguido de um riff poderoso, que faz você levantar a cabeça logo de cara. Em meados da música, Andreas nos presenteia com um riff e solo que faz lembrar lá de “Beneath The Remains”. A letra é feita em “homenagem” ao Papa Francisco e o Vaticano (óbvio?).

“Impending Doom” é uma das mais cadenciadas do álbum. Um timbre raivoso que acertaram em cheio. Toda a música demonstra raiva, e leva um som sinistro ao fundo. Boa música, mas nem de longe é a que me chamou mais atenção. Mesmo assim, não deixa cair o nível do álbum.

Já ouvi algumas pessoas falando que “Manipulation Of Tragedy” é a melhor do disco. Não é de se discordar. Bumbo, guitarra e baixo casados em uma levada muito interessante no começo. Logo após, permanecendo apenas a cozinha, e dificilmente uma levada bem feita assim não vai me agradar. Até agora é a melhor bateria do disco. A condução de Eloy é impressionante. Aqui temos um pouco mais da pegada tribal do Sepultura. Até agora também é o melhor solo do disco. Uma pegada completamente diferente do Sepultura. Excelente música!

Andreas deu um toque mais especial aos riffs do novo álbum. “Tsunami” faz jus ao título, não apenas na letra. É uma faixa pesadíssima. Eloy, mais uma vez, faz uma condução muito bem colocada. Final sujo e muito pesado!

“The Bliss Of Ignorants” já começa com a pegada tribal, e logo depois, não tem como não lembrar “Propaganda”. Em meados da música, fica bem cadenciada, com um baixo bem agressivo. Essa entraria facilmente no “Roots”. Também fica entre as melhores do álbum.

“Grief” tem uma introdução com um dedilhado, muito bonita por sinal. É a “balada” do disco. Derrick aqui mostra um pouco mais de sua musicalidade. Talvez seja onde ele coloca a influência de seu projeto paralelo, Maximum Hedrum, como o próprio disse antes, com vocais limpos, em algumas passagens. É uma boa música, muito diferente, mas é a que menos me chamou a atenção.

“The Age Of The Atheist”, grande parte já deve ter ouvido antes, e foi de onde vimos que vinha coisa diferente por aí. É o primeiro single do disco, lançado também em compacto.

Aí está outra paulada! “Obsessed” é pesadíssima, com passagens rápidas variando entre outras mais cadenciadas. Tem a participação, de ninguém menos que, Dave Lombardo, em Jam com Eloy Casagrande.

Pra fechar, um cover um tanto inusitado, “Da Lama ao Caos” do Chico Science & Nação Zumbi. Não me lembro se o Andreas já cantou sozinho em alguma música do Sepultura, em estúdio, mas enfim, aí está. O cover, apesar de muito mais pesado que o original, claro, foi bem fiel, com exceção do ótimo final.

Ainda temos uma versão deluxe, com duas bônus: "Stagnate State of Affairs" e "Zombie Ritual" (Death cover), mas como ainda não as ouvi, obviamente não vou escrever sobre. Essa versão não será lançada no Brasil. Minha versão americana já está encomendada!

No começo estranhei o fato de o vocal de Derrick Green estar um pouco mais apagado, se comparado aos discos anteriores, mas ao decorrer percebi que isso o deixa ainda mais agressivo.

Eloy Casagrande não é desse mundo!


Sujo, agressivo e pesado! São as três palavras que posso usar para resumir esse trabalho maravilhoso do Sepultura. E sim, arrisco em dizer que é o mais pesado de toda a história da banda.

Ouça sem frescura!

Nota: 9,5

Cássio Moret

SÍMBOLO DO SEPULTURA FOI CRIADO POR UM TATUADOR


 

Os integrantes do Sepultura, pouco antes do lançamento do álbum Arise em 1991, buscavam um novo logo para usar no miolo do cd. Segundo o guitarrista da banda Andreas Kisser, eles queriam um símbolo tribal que representasse a banda, e para isso procuraram o tatuador e ex integrante da banda mineira Overdose, o Bozó, que desenvolveu o logo que hoje é um dos maiores símbolos do metal brasileiro.

A inicial S, transformada numa sequencia sinuosa de vértebras e espinhos emaranhados, além do miolo do cd Arise, estampou todos os discos seguintes, além de bandeiras, camisetas e bíceps dos mais fãs do grupo.

Assim como o Sepultura, outras bandas de metal capricham na hora de criar suas marcas. Letras das quais saem chifres, serifas com ângulos que lembram espadas e etc. A marca é a tradução visual da banda.

 

Bozó oferece algumas dicas para quem busca inspiração “Para criar uma boa marca, você tem que conhecer o som, escutar a música da banda enquanto está criando”;
“Acho que quanto mais simples, melhor. O logo do Sepultura chega a ser complicado demais, com aquele monte de ossos”, diz seu criador, que se declara fã dos símbolos usados pelo Metallica e Raimundos.
Hoje o tatuador cobra em média R$ 700 para quem deseja tatuar o famoso ‘S’ em seu estúdio.

 FONTE

1º CENSO BRASILEIRO DE TATUAGEM



Revista Superinteressante vai traçar o perfil do tatuado no Brasil e precisa da ajuda de todos nós!
Basta responder a esse questionário: http://abr.ai/19NKe2h

Suas respostas vão fazer parte de um grande infográfico nas páginas da SUPER. E você ainda pode descobrir (e contar pra todo mundo) qual é o seu perfil de tatuado.



CONVENÇÃO DE TATUAGEM EM CAMPINAS


Pelo segundo ano acontece na nossa região o Campinas Expo Tattoo, que apesar de levar o nome da cidade, acontece na Região Metropolitana de Campinas, a RMC, especificamente em Souzas!

Realizado pela primeira vez em 2012, em Nova Odessa, o evento contou com a presença de artistas tatuadores de todo o estado de SP e de outras regiões do Brasil, chegando a ter um total de pouco mais de 5 mil visitantes durante os três dias de feira!


A mudança de local se deve à uma maior comodidade para chegar ao evento, já que na primeira convenção algumas pessoas tiveram problemas com estacionamento e ônibus que passasse próximo. 
Dessa vez será realizado no LBN Hall, local que conta com maior estacionamento, ar-condicionado em todo os ambientes e com diversas linhas de ônibus disponíveis!


LBN HALL, local do evento de 2013
O Campinas Expo Tattoo é realizado pelo Angel's Tattoo Art, estúdio de Campinas, pioneiro em eventos na nossa região, repleta de ótimos artistas, mas que nunca havia organizado um evento que promovesse a arte da tatuagem!

A convenção acontece nos dias 8, 9 e 10 de novembro, e contará com artistas renomados e mais de 15 categorias, que premiarão do 1º ao 3º colocado, e ao que tudo indica, a Melhor Tatuagem do Evento dará um prêmio em dinheiro!

INFORMAÇÕES
Local: LBN HALL 
AV. Antonio Carlos Couto de Barros, 2156 - Souzas
Data: 8, 9 e 10 de novembro de 2013
Entrada: por volta de R$ 10 a R$ 20 
Contato: Angel's Tattoo Art (19) 3043-1784

CURSO PARA TATUADORES E WORKSHOP DE MICROPIGMENTAÇÃO

A Brazilian Steel, maior loja de materiais para tatuagem do interior paulista, começará nesse mês de outubro, cursos para novos tatuadores em sua sede, na cidade de Campinas, a 70km de São Paulo!
Com mais de 10 anos, a Brazilian Steel é uma empresa consolidada no mercado da tatuagem, com lojas no estado de São Paulo, Minas Gerais e regiões Centro-Oeste e Nordeste, trabalhando sempre com produtos registrados na Anvisa!

CURSO PARA TATUADORES
O curso será com o tatuador Gustavo Milani, que atualmente tatua em Natal, Rio Grande do Norte, terá um total de 18 horas e concederá ao aluno um certificado de conclusão de curso, além de um kit completo de tatuagem!




WORKSHOP DE MICROPIGMENTAÇÃO DE SOBRANCELHAS
Além do curso para tatuadores, oferecerão também um workshop de Micropigmentação de Sobrancelhas, com a micropigmentadora e tatuadora Monaliza, que será realizo também na loja matriz, e terá 8 horas de duração e também gratificará o aluno com um certificado.


Para saber mais, acesse www.braziliansteel.net/cursos ou entre em contato pelo e-mail vendas@braziliansteel.net.


TATUAGEM DE 9 MIL REAIS

Jogadores de futebol são bastante conhecidos pelas suas extravagâncias e exageros. Talvez por terem tido pouco do vil metal que agora abunda em suas contas bancárias.
O zagueiro brasileiro Naldo, que atua no Werder Bremen da Alemanha exemplifica muito bem esses novos ricos deslumbrados, ao gastar a bagatela de € 2,7 mil , o equivalente a R$ 9 mil, para fazer uma tatuagem de Jesus Cristo crucificado.


Certamente o trabalho feito nas costas do zagueiro sairia bem mais barato, principalmente se for levado em conta a pouca habilidade do tatuador, que fez um desenho tosco e amador que deu a Jesus um par de seios que faria inveja a muita mulher despeitada. A bad tattoo ainda conta com 2 anjinhos com ares nem um pouco angelicais.
Em entrevista ao jornal Bild, o zagueiro disse que:
Sou muito religioso e acredito em Deus. Ele protegerá  a mim e à minha família - 
e completa a entrevista dizendo:
Ainda pretendo fazer algumas nuvens no desenho, mas vou decidir sobre isso quando voltar das minhas férias.
A escolha de um bom tatuador é essencial, principalmente se no desenho escolhido constar a reprodução do rosto e ou do corpo humano. 

Sempre é bom olhar o catálogo de desenhos do artista e pedir um esboço do que se pretende tatuar. Perde-se um tempo com isso é verdade, mas economiza-se uma vida de constrangimento.
Quem realizou a "obra de arte" no jogador brasileiro foi o tatuador Frank Kassebaum do estúdio Spirit of Art - Tattoo Bremen. 

- Copyright © MEDÁ CAFÉ - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -